Busca:
Concurso Público nº 01/2015

Concurso Público do CRMV-MG

RESULTADO DO CONCURSO CRMV-MG 2010

Consulte a lista de aprovados no Concurso CRMV-MG 2010, concurso prorrogado até junho de 2014.

Outubro Rosa Pet

20/10/2017

Evento será realizado na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, neste sábado (21)

 
A campanha denominada “Outubro Rosa Pet”, é um evento de caráter nacional, por iniciativa do Laboratório de Patologia Comparada da UFMG, que acontece anualmente durante todo o mês de outubro, com a participação de Instituições relacionadas à Medicina Veterinária e Bem-estar Animal. A atividade conta com o apoio do CRMV-MG por meio do Programa de Educação Continuada, em parceria com a Anclivepa Minas.

O objetivo de tal iniciativa é promover a conscientização sobre o câncer de mama para a população de tutores de pets, fornecendo as principais informações sobre diagnóstico, prognóstico e tratamento, orientando sobre a prevenção desse tipo de neoplasia e realizando atendimentos de cadelas e gatas durante o evento. Haverá a participação de Médicos Veterinários e graduandos de Medicina Veterinária num movimento em prol da saúde preventiva e bem-estar dos animais de estimação. 

Este ano em Belo Horizonte o evento ocorrerá no dia 21/10/17 na Praça da Liberdade e em diversos locais do país que serão divulgados na página do facebook (Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Mama em Animais de Companhia). Este evento, que acontecerá também em outras cidades do país, reunirá animais de estimação e seus proprietários num momento único, que possibilitará, além da avaliação médica do animal, o exercício da conscientização dos seus proprietários quanto aos fatores de risco e necessidade de prevenção. 

O evento é realizado considerando que as neoplasias mamárias são os tumores mais frequentes na clínica de pequenos animais e a conscientização dos proprietários para a realização do diagnóstico precoce e tratamento é fundamental para promover o bem-estar animal. A iniciativa tem a finalidade de atender os animais e conscientizar os tutores da importância da prevenção e diagnóstico precoce das neoplasias mamárias de Belo Horizonte e região metropolitana. Além de padronizar o atendimento clínico oncológico para os atuais e futuros médicos veterinários. 


Em 2014 o LPC como apoio da Associação Brasileira de Patologia Veterinária e Associação Brasileira de Oncologia Veterinária realizou a primeira campanha nacinonal de prevenção do câncer de mama em animais de companhia. 
Desde então, tem sido realizada consecutivamente em varias cidades do país com o aumento da adesão de localidades durante o passar dos anos. Desta forma, o Laboratório de Patologia Comparada (LPC) ICB com o apoio do Laboratório Veterinário DMVET realizará no próximo dia 21 de outubro, na Praça da Liberdade, um grande evento sócio-educativo e cultural denominado.

Dados
 
Nos últimos anos, tem-se verificado um aumento considerável da prevalência de câncer em cães e gatos, sendo considerado por alguns autores como uma das maiores causas de morte nessas espécies devido à recorrência tumoral ou 
ocorrência de metástases. Segundo a literatura, os tumores mamários são as lesões mais frequentes em cadelas e a terceira mais frequente em gatas. Aproximadamente 60% e 90% dos tumores que acometem a glândula mamária canina e felina, respectivamente, são malignos. 

Dentre as neoplasias que acometem cães e gatos, os tumores mamários se destacam pela elevada frequência. Pesquisas realizadas no Laboratório de Patologia Comparada da UFMG (LPC) sobre neoplasias mamárias em animais de companhia revelaram que a maioria (85%) destes tumores mamários apresentam caráter maligno e cerca de 17% das cadelas são diagnosticadas já com estadiamento avançado, evoluindo para óbito em até 7 meses após mastectomia. Estes resultados sinalizam a importância da prevenção, bem como do diagnóstico precoce das enfermidades oncológicas, que sabidamente, quando diagnosticadas tardiamente podem comprometer o tratamento e reduzir a taxa de sobrevida destes animais. 

Atualmente, sabe-se que fatores relacionados à idade, castração, tratamento com progestágenos, obesidade nos primeiros anos de vida e dieta baseada em comida caseira, são apontados como principais razões para o crescente da incidência deste tipo de neoplasias. É imprescindível a conscientização dos proprietários com relação aos cuidados necessários para minimizar os riscos de tal doença em seu  animal de estimação, bem como dos médicos veterinários em garantir que estas informações sejam cada vez mais acessíveis aos proprietários de animais de companhia. 

Com informações do Laboratório de Patologia Comparada da EV-UFMG

Conselho Regional de Medicina Veterinária
do Estado de Minas Gerais

Endereço: Rua Platina, 189 - Bairro Prado,
Belo Horizonte/MG - CEP: 30411-131
Fone: (31) 3311-4100